Pilhas e baterias tem o mesmo princípio de funcionamento, gerando energia por meio de uma reação química. Além da diferença de tamanho e formato, as pilhas possuem um outro diferencial que costuma deixar as pessoas em dúvida sobre qual adquirir, estamos falando da tecnologia das pilhas, por isso vamos explicar cada uma das principais tecnologias utilizadas.

Pilhas e Baterias são comumente utilizados em sistemas de CFTV, para alimentação de diversos acessórios, nesse artigo listamos os principais tipos e suas peculiaridades.

Tipos Pilhas e Baterias

Comum:
Conhecida como “comum”, essa tecnologia baseia-se na transferência de elétrons de um metal para outro e quando os polos positivo e negativo da pilha são acionados acontece uma reação e o polo positivo libera elétrons que atravessam o circuito liberando a energia.

A pilha comum costuma ter baixo rendimento e por isso é mais indicada para aparelhos com baixo consumo, com controle remoto, relógio e alguns brinquedos.

Exemplo: Pilha Comum

Na imagem acima temos os 2 eletrodos, sendo que o positivo (barra de grafite) é chamado de catodo, e o negativo (Zinco), de anodo. Essa barra de grafite é envolvida por vários materiais, como carvão, dióxido de manganês e uma pasta úmida, que na pilha comum é feita com Cloreto de Amônio (NH4CL), Cloreto de Zinco (ZnCL2), sais de caráter ácido e água.

Esse tipo de pilha geralmente fornece um valor baixo de corrente, sendo indicado para uso em aparelhos como relógios de parede, controle remoto e brinquedos.


Alcalina:
A pilha alcalina possui o mesmo princípio da pilha comum, mas utiliza uma pasta úmida (hidróxido de potássio) para auxiliar na transferência de elétrons, gerando uma quantidade maior de energia e por isso possui um rendimento maior que a pilha comum, suportando por mais tempo equipamentos que consomem mais como lanterna , rádio portátil e etc.

Pilha Alcalina 23A Fonte CFTV

Essa substância realiza a transferência de elétrons com mais facilidade, armazenando uma maior quantidade de energia e consequentemente por um tempo maior do que em pilhas e baterias comuns.

Assim, as pilhas alcalinas tem em média entre 50 e 100% à mais de energia do que as pilhas comuns, sendo indicadas para equipamentos como players de CD/DVD, MP3, rádios, lanternas e câmeras digitais.

Conheça nossa Bateria Alcalina 12V 23A.

Lithium:
Essa tecnologia é encontra em baterias, e são conhecidas como bateria de lithium ou lítio e seu formato mais comum é o popularmente conhecido como tipo moeda. 

Bateria de Litio CR2032 – 3V


Essa bateria possuem o polo negativo (ânodo), polo positivo (cátodo), separador (que separa os polos sem impedir a passam do íons de lítio) e o eletrólito (que é o responsável pela transferência dos íons).

Geralmente essas baterias são para balança, relógio de pulso e para alguns tipos de controle remoto.

Clique aqui e saiba mais sobre a Bateria de Litio CR2032 – 3V da Fonte CFTV.

Bateria de Níquel Cádmio

bateria de Níquel Cádmio foi o segundo tipo de bateria recarregável a ser desenvolvido. Nela, os pólos positivo e negativo estão no mesmo recipiente, com o positivo (anodo) coberto de hidróxido de níquel, e o negativo coberto de material sensível ao cádmio, ambos isolados por um separador. Os dois pólos são envolvidos por uma substância eletrolítica, geralmente uma solução de Hidróxido de Potássio.

Baterias Níquel Cadmio NiCd

Essas baterias eram muito utilizadas em telefones celulares e telefones sem fio, e foram gradualmente sendo substituídas por baterias de hidreto metálico de níquel (NiMH), ou de Ion-Lítio.

Baterias de Níquel Cádmio são cada vez mais raras de se encontrar, pois além de muito poluentes, tem menor capacidade de armazenamento e menor vida útil, além de sofrer de um problema chamado “efeito memória”. Nessa bateria, o ideal é que ela seja completamente descarregada antes de uma nova recarga.

Baterias de Ion-Lítio

bateria de Ion-Lítio, também conhecida como Li-Ion, é um tipo de bateria recarregável muito utilizada em equipamentos portáteis, como telefones celulares e câmeras digitais, armazenando o dobro de energia de uma bateria de hidreto metálico de níquel (ou NiMH), e três vezes mais que uma bateria de Níquel Cádmio (NiCd).

Uma das grandes vantagens desse tipo de bateria é a ausência de “efeito memória”, ou seja, você não precisa esperar que a bateria esteja totalmente descarregada para efetuar uma nova recarga. A bateria de Ion-Lítio suporta centenas de ciclos de carga/descarga.

A bateria de Ion-Lítio também é bastante leve e segura, por ser hermeticamente fechada, e tem uma durabilidade aproximada de 3 anos, quando começa a perder a eficiência. Cuidados especiais devem ser tomados com esse tipo de bateria, pois ela é extremamente sensível ao calor.

Baterias de Íon-Polímero

As baterias de ion-lítio fazem parte do grupo de baterias que podem ser recarregadas! Por possuir quase que o triplo do armazenando de energia de uma bateria de níquel cádmio, elas são as mais utilizadas atualmente em equipamentos como celulares e câmeras digitais por exemplo.

baterias de ion-lítio

A principal vantagem deste tipo de bateria é que você não precisa esperar que ela descarregue totalmente para dar uma nova recarga. Exatamente por isso que elas suportam centenas de ciclos de carga/descarga, podendo durar cerca de 3 anos funcionando perfeitamente, desde que seja usada corretamente.

Tome bastante cuidado, pois esse tipo de bateria é extremamente sensível ao calor! Portanto, se essa bateria ficar exposta muito tempo ao sol ou em locais quentes, a sua eficiência vai ser reduzida consideravelmente, ou até perder totalmente a capacidade de manter carga.

Bateria Selada

Na bateria selada, é adicionado 0,07% de cálcio aos eletrodos de chumbo, o que diminui drasticamente a decomposição/perda de água. Além disso, essas baterias geram oxigênio no eletrodo positivo e hidrogênio no negativo, que se combinam para formar água.

Quando a bateria é selada, normalmente é adicionado um pouco de cálcio aos eletrodos de chumbo, visando diminuir consideravelmente a decomposição/perda de água. Outro fator importante, é que essas baterias normalmente geram oxigênio no seu eletrodo positivo e hidrogênio no seu eletrodo negativo, que se combinam para formar água.

Bateria Selada 6V 12A
Modelo de Bateria Selada

Estes fatores dispensam a manutenção periódica e fazem com que as baterias permaneçam com o mesmo nível de água durante praticamente toda a sua vida útil, que pode variar entre 2 a 5 anos.

Porém, é necessário evitar todas as condições que provoquem sobrecarga! Se isso acontecer, basicamente toda a água da bateria pode ser perdida, ou seja, a bateria vai precisar ser inutilizada, gerando um enorme prejuízo financeiro.

É sempre bom frisar que as baterias seladas podem fornecer uma corrente elétrica muito maior, quando comparadas com as baterias comuns. Por isso, elas são as mais indicadas para condições específicas como por exemplo, nobreak, automóvel, sistema de iluminação, equipamento hospitalar e sistema de alarme.

Agora que você já sabe a diferença entre os principais tipos de pilhas e baterias, conte-nos se ainda tens alguma dúvida.

Categorias:

Um comentário

  1. […] outros mesas para controle de Speed Domes, ligações com alarmes, centrais, e muitos outros. As baterias e pilhas por exemplo, são de uso geral, como em alarmes e cercas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *